Relatório financeiro da Capcom não confirma Street Fighter 6 até abril de 2023



Capcom divulgou seu relatório financeiro, cobrindo o período de seis meses a partir de março de 2022 até setembro. Não apenas mostrando o sucesso de seus títulos lançados nessa janela, também nos deixou informações importantes sobre os próximos seis meses até 2023, incluindo o fato de não vermos Street Fighter 6 até o final do ano.

Essa informação vem da declaração de que a empresa não tem grandes lançamentos planejados antes do RE4 Remake em março de 2023. Como Street Fighter 6 é obviamente contado entre seus grandes lançamentos de IP alinhados para o futuro, podemos determinar que teremos que espere algum tempo antes que seu próximo jogo de luta premium chegue em nossas mãos.

Confira nosso bate-papo sobre o hub de batalha de Street Fighter 6 aqui!

Há também muitas outras informações interessantes que podemos extrair do relatório financeiro, que ajudam bastante a sustentar a grande afirmação estampada na frente do documento: “Capcom a caminho de alcançar 10 anos consecutivos de crescimento da receita operacional para o Ano Completo”. O maior deles tem que ir para Monster Hunter Rise, que aparentemente vendeu 11 milhões de unidades, com Sunbreak passando por 4,4 milhões.

Depois, há o Resident Evil 2 Remake, que ultrapassou 10 milhões de unidades vendidas. Ao todo, com todos os lançamentos da Capcom programados para sair no próximo ano, a empresa afirma que passará de 40 milhões de unidades no total no próximo ano. A Capcom mais uma vez apontando para as arquibancadas, pedindo outro home run após o que parece ser um ano lucrativo e bem-sucedido.

Quais são seus pensamentos sobre como a Capcom tem se saído recentemente? Você acha que eles podem atingir a meta de 40 milhões no próximo ano? Deixe-nos saber o que você pensa abaixo!

Para mais notícias relacionadas à Capcom, confira nossa cobertura da recente revelação de Resident Evil 4, incluindo a maleta que felizmente permanece inalterada e o homem da motosserra se tornando ainda mais assustador do que antes.





Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *