O lendário desenvolvedor da Sega, Reiko Kodama, morreu aos 59 anos


Imagem do artigo intitulado Pioneering Sega Developer Reiko Kodama Has Died

Captura de tela: Sega

Reiko Kodama, um dos desenvolvedores mais importantes da história da Sega e do gênero RPG mais amplo, morreu aos 59 anos.

Como IGN relatório, ela realmente faleceu em maio, mas sua morte não foi anunciada publicamente pela empresa na época. Os fãs descobriram recentemente uma homenagem a Kodama na seção de créditos do Mega Drive Mini 2, no entanto, levando o produtor da Sega, Yosuke Oskunari, a confirmar a triste notícia.

Suas contribuições para o catálogo de títulos e séries clássicos da Sega foram imensas. Começando na empresa em 1984, ela trabalhou em tudo, desde design a pixel art, e passou o início de sua carreira em séries como Alex Kidd e Zona de fantasia.

Ela era então a artista principal no original Phantasy Stare continuaria trabalhando na série através de suas sequências, chegando ao papel de diretor no quarto jogo.

Seus outros trabalhos notáveis ​​incluem o clássico Dreamcast Céus da Arcádiano qual ela novamente liderou o desenvolvimento, enquanto também contribuiu como artista para jogos como os dois primeiros sônica títulos e Besta Alterada.

Kodama pode ser mais lembrada, no entanto, por seu trabalho pioneiro como uma mulher proeminente no desenvolvimento de jogos, pelo qual ela foi rotulada como “A Primeira Dama dos RPGs” (e de fato foi premiada com o Prêmio Pioneiro na GDC 2018), e deixa para trás um legado de personagens e jogos que foram projetados para todosnão apenas o público tradicionalmente masculino.

“Eu normalmente não penso em fazer jogos estritamente para um público feminino, mas acho que meus RPGs atraem um público feminino maior”, ela disse uma vez em uma entrevista. “Títulos violentos com temas de guerra parecem atrair um público predominantemente masculino. Acho que se as empresas querem que mais garotas joguem seus jogos, elas devem ter isso em mente.



Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *